terça-feira, junho 11, 2013

Julgar ou não?

Tradução: "Você fez uma coisa terrível. Não significa que você é uma pessoa terrível"

Ok, está feito. 1:56 a.m do dia 12/06/2013 eu terminei de ver a 9ª temporada de Grey’s Anatomy, assisti as cenas que tanto temi ao longo dessas semanas, e eu estou com uma sensação horrível...Sei que parece ridículo, mas deixe-me explicar. O ultimo episodio teve um foco em erros, e eu vou falar especificamente sobre Arizona e Callie.
Sabe, as vezes tudo de bom que você faz, tudo o que você tenta fazer, tudo o que você doa, simplesmente não é o bastante. Não é o bastante para aquele alguém. E aquele alguém tem as suas razões para não ver como o bastante... E aí eu me pergunto, há culpados nessa historia? Fato que estamos completamente tendenciosos a abraças aquele que sempre fez, e acho que é tudo que eu gostaria de fazer pela Callie agora, não foi NADA justo o que aconteceu. No momento eu ODEIO a Arizona e se pudesse arrancava a outra perna dela...rsrsrs, mas a REALIDADE é que mesmo não sendo justo ela teve suas as razões. NÃO sou a favor a traição, sacanagens, mentiras, NÃO é isso. Eu apenas tento, da minha maneira meio torna, enxergar nós humanos com os olhos da justiça. É CLARO e evidente que nem sempre dá...mas eu to sempre tentando. Tem uma musica do Jorge Vercilo que eu acho o Maximo que diz muito sobre isso a que me refiro , chama-se “Encontro das Águas” e o trecho que eu mais amo é esse: “Fui cruel sem saber que entre o bem e o mal . Deus criou um laço forte, um nó e quem viverá um lado só?” O que quero dizer é que a vida te coloca sempre em papeis diferentes, um dia você é a vitima e no outro é o carrasco. A verdadeira realidade é que o certo e o errado vai sempre depender do ponto de vista. E novamente eu pergunto, há algum lado certo para a razão ficar? Eu particularmente acho que não, todos tem as suas razões, justas ou injustas serão classificadas pela outra parte envolvida e  por terceiros aos ouvir a historia. A cada dia que passa entendo que a noção de verdadeiro ou falso, certo ou errado depende simplesmente do ponto de onde se esta observando. A melhor maneira de entender é compreender e não julgar. Mas é difícil não?! Acho que a maneira mais honesta para tentar de fato entender o outro é se colocando em seu lugar, se livrando de fato das amarras do pré julgamento e até de alguns conceitos próprios, e também se perguntando “Eu não poderia cometer esse mesmo erro?” ...ENTENDENDO que NÃO somos a outra pessoa e que para fazer um “julgamento” real e justo, teríamos que estar na pele dela toda sua vida para assim poder entender o por que dos acontecimentos. Dificil não é? Isso tudo requer muita pratica e oração...rsrsrsrs, mas acho que um dia a gente chega lá. Mas  no fim tudo se resume a aprender a NÃO julgar...Tentemos então...

"Não julgueis, pois, para não serdes julgados; porque com o juízo que julgardes os outros, sereis julgados; e com a medida com que medirdes, vos medirão também a vós. (Mateus, VII: 1-2)."

OBS: Mas honestamente no momento eu DETESTO a Arizona e o que ela fez, mas xiiiiiiii, não contem a ninguém....huahuahauhauahauahuah

Um comentário:

Anninha Fonseca disse...

É amiga, as vezes a gente faz de tudo e é traida pela pessoa. Existem muitos tipos de traições e todas são extremamente dolorosas. No caso da pessoa traida, basta saber lidar com a situação da melhor forma possível para si, que, em alguns casos, é simplesmente colocar uma pedra em cima e continuar... vc sabe do q estou falando rsrs de qualquer forma, nunca é fácil.